quinta-feira, 14 de outubro de 2010

UNSENSATEZ

Ao acordar bem cedo, no despertar do dia, com o sol vindo brilhante no horizonte saudando a terra com seus intermináveis raios de luz, fazendo despertar em cada canto as espécies mais raras da face da terra, da maior a menor. O mundo rendendo-se a um novo dia, respirei fundo e sorri, agradeci por estar presenciando o renascer, o ressuscitar da vida, e aí pensei no homem, a espécie especial,àquele que foi feito a imagém do pai. Que ironia! Devia ser perfeito, tudo deu certo na criação da terra. Mas o ser humano, que bicho é este? O animal mais temido e terrível da terra! O ser humano, o homem, ser pensante, racional, feito para preservar seu habitat, feito para distribuir amor de todas as maneiras, afinal foi feito com amor incondicional. Pois é, como é o bicho homem de hoje? Em tempos de tantas tecnologias, de tantos avanços na ciência, indústria...., o que resta do insensato cérebro humano? De tudo que vejo, leio...., o coração se aperta e entristece a alma que vê esta espécie correndo a passos largos para lugar nenhum, a exceção é tão pouca, os de boa vontade estão em extinção. Que triste conclusão! Raul Seixas cantava assim; Eu nasci, há dez mil anos atrás e não tem nada neste mundo que eu não saiba demais.
Pobre ser pensante, inteligente...., ficou cego, surdo, que só vê movido por um cérebro doente, na corrida obssessiva para chegar ao pódio da ganancia, da ambição, da avareza,...do poder pelo poder a qualquer pr~eço. Pobre homem com seus ternos de linho, em suas mansões, suas somas intermináveis de dinheiro, seus aviões, carrões...., pobre homens com seus tapetes mágicos, falsos, hipócritas, pobres, pobres almas perdidas nos seus * EUS*, nada são.
Viajantes, passageiros de uma grande condução, onde cada um cumpre a sua missão de acôrdo com as suas consciências. Geração de exterminadores, na missão de espalhar a dor, a desgraça, a morte, as guerras, o ódio.., em nome de quê ou de quem?
Incapazes de amar, julgadores insensatos, psicopatas!
Humanos..., humanos, são tão poucos, raros, quase extintos. que lutam pra reverter tanto mal ao habitat de todos nós, é a geração dos homens de bem, de boa vontade, ligados ao criador, DEUS. Convido voce a fazer um raio X da sua mente, dos seus atos, uma ultrasonografia do seu coração e diante dos resultados, trate os males e multiplique o pouco que sobrar, transformando em AMOR, AMIZADE, SOLIDARIEDADE......
E quando o sol nascer de novo que seja também para iluminar sua alma, seu coração, sua vida e irradiar AMOR através do seu falar, do gesticular.
E ser realmente grande na face da terra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário