terça-feira, 12 de outubro de 2010

SAUDADES

Existem pessoas que entram na vida da gente
E depois, sem mais e nem porque saem, sem aviso prévio
Deixando suas marcas......., deixando saudades.
E lá se vão, sumindo no túnel do tempo
Desaparecem no espaço
Sequer olham pra tras
Como se não tivessem passado por ali.
Nem se dão conta que deixaram marcas.
E lá se vão esvoaçantes, sorridentes
Em outras terras aterrissar
Em outros corações pousar
Em outras vidas entrar
Marcar....., e depos acionar suas asas e voar
Esquecer..., continuar sua jornada
Na eterna missão de sonhar e
Fabricar sonhos que se desfazem no ar
Sem se importar com os que ficam
Abandonados, largados, esquecidos
Como tolos, olhando o espaço sideral
quem sabe! Uma janelinha se abre...
e dê pra ver a distancia, um aceno de mão!
Um sorriso talvez!
Ainda que zombeteiro...........
Mas nada acontece,
É só solidão de um velho coração
Que sem saber se expressar
Envergonhado, limita-se a sonhar, pensar
E ficar calado, na sua condição
De apenas sonhar,
Sem se mostrar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário