quinta-feira, 14 de outubro de 2010

A SÍNDROME DO ESTRELISMO E SEUS ABSURDOS

É um acinte a minha inteligência, e com certeza à de muitos outros, os absurdos cometidos por pessoas que de uma maneira ou de outra, assumem cargos de poder, dái saem massacrando tudo e todos que por ventura possam lhe contrariar. O tal censo crìtico evapora. No auge desta doença tomam para si, um grau de onipotência ridícula e indecente, agindo como psicopatas. Fazem e desfazem, como se as pessoas a sua volta fossem meros fantoches, marionetes.
Substimando a inteligência das pessoas como se fossem anincéfalos. Pessoas estas, que talvez nunca dirigiram suas próprias vidas e aí por ironia do destino, assumem posições de comando, subindolhes a cabeça, a SÍNDROME DO ESTRELISMO.
Neste caso, das duas uma; Ou voce se rebela e aponta os absurdos cometidos, ou voce deixa-se manipular, como uma marionete, dizendo *amém* pra tudo, levando nome de puxa saco.
Os tais deuses do poder terreno, não admitem críticas desfavoráveis aos seus desmandos, punindo sem dó e piedade os que ousam lhe contrariar, criticar, principalmente se trabalham em suas repartições. A burguesia falsa e cinicamente se mostram amigos, o deus tem sempre razão e a caneta está em suas mãos, num sinal de que não pode ser contestado. o que se vê é um rastro de destruição incontrolável, onde quem perde é o povo, que amedrontado e acuado, se cala.
Onde estás oh! Liberdade!
Onde estás que não me vê?
Que não me socorre
Que me deixa aqui, calado, sufocado
Sem direitos
Submetido, subjulgado, subordinado.
Queremos ser livres!
E não sofrermos punição, pelas nossas reclamações
que não são vãs
Os loucos estão no poder
Humilhando sua gente
Obrigando-os á um jugo pesado.
algemado, aprisionado.......
O povo comprovadamente é o brinquedo dos inescrupulosos chefões do poder, que como reis tirânicos dão órdens de seus majestosos tronos, pensam ser eternos e jamais serão desocupados. O tempo passa! Um, dois, cinco......, e chega a hora de passar o cajado.
E é aí que o povo tem que aprender a usar sua fôrça, quem vai ocupar o trono? Caso contrário serão sempre vítimas dessa doença terrível, a tal síndrome do estrelismo.
A ARMA DO POVO É O VOTO. Até a direção de uma escola passa pelo poder do voto. Portanto voce que vota, pode decidir, exigir seus direitos de cidadão, jamais negocie seu voto, não se submeta. O tal candidato está no trono porque você ajudou a elege-lo, que cada um cumpra seu papel. O povo está cansado de gente no poder, achando que pode tudo, merecemos respeito.
Analise seu candidato, suas intenções, seu plano de governo. Seja quem for, vasculhe sua vida. Quem é o candidato que se apresenta com carinha de anjo bom, sorrisão aberto e o bolso mais aberto ainda! Quem são eles? É nossa a responsabilidade, portanto toda atenção é pouca, Tem gente que só quer aparecer, humilhando todo mundo, é o tratorista.
Candidadtos que só lembra de voce nas épocas de eleições, uh! foge dele!
Tome cuidado com os tais que querem pagar pelo seu voto. Seu voto tem prêço? Cuidado com a cobrança. Vote consciente! se informe para votar.
Seja voce, seja feliz

Nenhum comentário:

Postar um comentário