quarta-feira, 13 de outubro de 2010

CORAÇÃO E CIÊNCIA

A ciência explica a matéria
O comportamento humano também
A química da pele explica.
A ciencia é prática, é lógica concreta
Explica, complica, confunde....,
Só não explica o coração
Ah! Coração!
que bombeia o sangue todo o tempo,
Acelera diante do medo, do susto
Bate forte, doi no peito
Diante da dor, da morte de alguem amado.
Sangra mais, se perde um amor
Desnorteia a ciencia,
Que só entende de químicas e lógicas,
coração bate no peito,
Silencioso e calmo no dia a dia do seu dono,
Coração que se apaixona, que ama....
Perde o rumo, o prumo...., enlouquece
coração vagabundo....
Adulto, menino, sem censura, sem idade, sem tempo....
Coração que dá passagém,
As coisas mais belas da vida.
Que segura o tranco de um grande amor
Que se infesa, que perdoa, inflama.
Que dá nó na ciencia
simbolismo talvez.
Mas, dizem que o coração
É a imagém dos olhos,
O retrato da alma,
Que não se pega, mas sente
Fundo, profundo, astuto.
Coração é um eterno menino,
Idade! Não tem idade
Atravessa o tempo,
Brinca com o vento,
Engana a ciencia
Que no fundo,
Não explica
Complica

Nenhum comentário:

Postar um comentário