quarta-feira, 13 de outubro de 2010

SOS

Tudo que vive, é porque nasceu um dia certo! Foi crescendo, evoluindo, ficando grande, adulto. É a maturidade, que é um processo recheado de dificuldades, transições etárias complicadas, os caminhos tortuosos...., não é facil não! Mas a maturidade traz a experiência, a paciencia, a sabedoria, prudência e....etc. Assim sou eu, voce e milhões de seres viventes. Nasci, corri tímido pelos vales, áridos, pedregosos..., perseverante, fui avançando, enfrentando incansavelmente os obstáculos pela frente. A cada avanço me tornava belo, forte, viril, ataente, incansável, e tomava todos os espaços disponíveis que encontrava pelo caminho, e a vida se fazia em mim, se criava dentro de mim, jorrava límpido, refrescante e necessário na sua absoluta razão de ser. Neste planeta regido pelo mestre DEUS, eu sou a razão de ser e existir de toda espécie vivente na face da terra. Sou como o ar que corre dando a cada coisa que vive, a cada ser humano o direito de respirar. EU E O AR, somos a força deste universo em desencanto. Que foi criado para ser belo e pleno, mas DEUS criou o HOMEM a imagém e semelhança do pai, posto aqui para administrar, como mordomo fiel esta imensa fazenda. Pois é! O homem apossou-se de tudo, e acha que é dono absoluto de tudo, e nestes bilhões de anos está destruindo tudo, invertendo valores.....
E EU apezar de correr livre por todos os caminhos que conquistei para o bem de tudo que respira, ESTOU EM PERIGO. Muitos que nasceram forte e navegáveis, já morreram. EU - SOU O RIO DE ÁGUAS CLARAS, que voce precisa para viver, seu corpo não sobrevive sem 2 litros de água/dia. Voce me busca quando não tem , mas tambem me mata aos poucos, me contaminando com degetos de toda sorte, químicos, fecais, caseiros e etc. Voce tem me transformado num inesgotável lixão, e eu silencioso e doente, vou respondendo a tantos abusos irracionais, resultando em enchentes, devastações irrefréaveis, desatres ambientais de proporções inimagináveis. Eu sou o RIO da sua cidade, CUIDE DE MIM. SOS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário