quinta-feira, 14 de outubro de 2010

O CASAMENTO

No artigo intitulado, VIOLÊNCIA NO CASAMENTO CONTRA A MULHER, abordei o assunto das crescentes brigas entre casais, resultando em agressão física, causando danos psicológicos dificeis de ser reparados entre ambos, especialmente na mulher. Mas você mulher, ´pode mudar isto. Como? Avaliando seu temperamento, o emocional. Você é daquelas que arma o maior *barraco* por tudo e por nada? Hum! Isto é péssimo. Acha que pode fazer tudo que fazia quando solteira? Hum! Isto não vai dar certo! Pois é amiga, casamento é uma associação de responsabilidades, complexidades, cumplicidades, companheirismo, são duas forças unidas com objetivos distintos para uma vida inteira. Com propósito de construirem juntos uma unidade chamada família. A mulher inteligente, sábia edifica sua casa, seu lar, enquanto as tolas destroem. São duas forças que se unem aos pés do altar da igreja e de DEUS, recebendo bençãos para começarem uma nova etapa nas suas vidas. Unidos para o bem da família, havendo amor de verdade tudo é possível, a medida que o tempo passa cresce as responsabilidades, cria-se um elo forte. Casamento não é só sexo, é uma eterna busca da harmonia, a mulher é o pilar central de uma família, como uma viga que segura um prédio, se cair vai tudo parar no chão, desmorona tudo. Os filhos se espelham nos pais, são exemplos vivos da educação deles, aumentando a responsabilidade de ambos. Infelizmente o casamento está perdendo força, limitados demais, os valores conjugais banalizados e invertidos, os filhos deixados de lado, criados por mãos alheias completamente fora da sua realidade, soltos ao vento, sem rumo certo, vítimas do egoísmo dos pais que esqueceram a verdadeira razão de um casamento. Chegar aos 20, 30 ou mais anos de casamento, não é fácil. É uma maratona que não tem preço, perde-se muito e ganha-se muito também, uma eterna troca doada pelo tempo, pela tolêrancia, prudência, paciência infinita, ver a missão do dever cumprido não é facil mesmo.
Mas se em algum ponto desse caminho você percebeu que aquele amor acabou, acabou o respeito então, olhe a sua volta e avaliem se há condições de seguir em frente. Cada casal é uma história, alegrias, tristezas, vitórias, derrotas.........., emfim. Então não dá mais para viver juntos, aquele maridão se transformou e está violento a ponto de partir para agressão física, chega em casa bêbado, drogado, prostituído........dominado pelo mal mesmo.
Então o melhor é a separação. Não aceite ser violentada, denuncie, nada justifica apanhar do marido ou de quem quer que seja. Existem leis sérias protegendo as mulheres, NÃO ACEITE, DIGA NÃO A VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER NO CASAMENTO.
SEJA FELIZ, SEJA VOCÊ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário