quarta-feira, 13 de outubro de 2010

ESTOU SÓ, E AGORA!

Estou só
como fiquei só! que importa!
Seja de que forma for
Só sei que, estou só,
Vidas que se partem
Partindo corações
sozinhos no mundo.
Perdidos na multidão
sem saber onde ir
Sem nada pra fazer
Um vazio enorme enche a alma
Rio de lágrimas banhando o rosto
E agora?
O que fazer?
começar...., recomeçar, não sei....
Me sinto frágil e busco forças em DEUS
Estou só...., ai, ai, ai.....
Estou como ave de asa quebrada
Andando solitária na beira do rio
Tentando em vão, levantar vôo
Dia que vai, noite que vem......
O tempo passa
E o relógio do meu tempo me avisa
É hora de agir, pois o tempo não para
É oxidante, imperdoável, frio.
O vento que arrasta o tempo
Cumplíces
E eu aqui só
Envolta nos meus * EUS*
Curtindo a amagra solidão
Tentando encontrar uma solução.
Neste momento só meu
ainda - ESTOU SÓ.
ocultar

Nenhum comentário:

Postar um comentário