segunda-feira, 4 de novembro de 2013

MEUS AIS

Hoje meu dia está sem graça O sol perdeu seu brilho A lua emudeceu No campo a rosa secou O cravo mais belo se foi E o coração parou Hoje a vida está mais triste A chuva cai lá fora Olho da minha janela Vejo relâmpagos e trovoadas A passarinhada encurvada E eu solitária nesta janela Junto da chuva que cai Cai também o meu pranto E meus sonhos despedaçados Meu coração se aperta Minha razão diz, segue em frente E o temporal que não passa E eu aqui sigo sem graça. O olhar perdido no tempo Coração que dói E não passa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário