quarta-feira, 30 de julho de 2014

Me chama - QUE EU VOU

Eu vou no embalo dessa sua alegria de viver e amar
Nesse seu jeito jeitoso de dizer que me ama
Me chama menina, a menina de sua vida
E eu vou de sorriso franco e feliz receber seus beijos
Eu corro depressa para seus braços abertos a me abraçar
Eu vou me esconder no recanto, nosso canto
Onde o amor se firma numa entrega de doces carinhos
Onde os dois se tornam um, nos afagos e sussuros da paixão
Me chama que eu vou, voando nas asas desse amor gostoso
Esquecer o ponteiro do relógio, que olha invejoso
Pois seu tempo não para, para ser feliz
Eu vou voando nas asas desse vento que me leva
Encontrar com você nos átrios do nosso recanto
Eu chamo seu nome e o eco leva meu som
E ouço o seu nome que vem correndo pra mim
O universo maldoso conspira nosso encontro
E eu vou .........vouuuuuuu.......ouvindo seu chamado
Cair nos seus braços e esquecer de mim
Me encontrar no jardim florido de nós dois
Deitar na alamêda e rolar com você
Ouvindo a orquestra da passarinhada
Numa tarde de sol a nos iluminar
Paraíso único de um grande amor
Onde só nós dois é que sabemos
O quanto nos queremos bem.
Me chama - que eu vou

Nenhum comentário:

Postar um comentário