quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

A ÁGUIA - SUELY

Esta é uma poesia que um amigo de infância fez pra mim....
A ÁGUIA SUELY

Oh! nossa poetiza,
Até te imaginei alçando vôo daquela ponte de Cabo de Aço que havia
aí sobre o rio Paraíba,lá se foi aquela bitela, voando ,
plainando,mirando, ad-mirando uma paisagem,que por onde eu andei,
não encontrei ,nenhuma igual a ela.

Voe..., vá, até ao fim do mundo..., levando um recado das
maritacas,dos periquitos,papagaios , araras azuis e amarelas. Soltem os
canários,os sabiás, sanhaçus, coleiros...Todos os pássaros cativos
Não nos prendam em gaiolas ou viveiros de telas.
Deixem-nos soltas.
Livres assim,somos aquelas que rasgam os ares,comem coquinho,abrem as
espigas e chupam o grão do milho verde fazendo algazarras

HAHAHA!!!...HAHAHA!!!...HAHAHA!!!...HAHAHA!!!...
Nos pintem a oléo! ou a tinta aquarela, deixem-nos pousar nessas
ilhas tão belas!...Fazer nossos ninhos!...Criar nossos filhos!...
alegrar mais a vida!...Entre Tres Irmãos e Portela.


Nenhum comentário:

Postar um comentário