quinta-feira, 31 de outubro de 2013

NA TELA DA MINHA JANELA - TEM

Perdi o sono..... ai Madrugada fria e eu sem sono...humm Resolvi abrir minha janela Debruçar nela e descansar A noite fria lá fora, silencia as vozes Só ouço o piar de algum passarinho inquieto Aí olho para o meu jardim e....... Começo a rir baixinho pois Nesse jardim TEM rosas amarelas em botão Rosas vermelhas apaixonadas Rosas brancas perfumadas TEM jasmim exalando seu cheiro suave TEM cravo tonto de amor Pela rosa mariquinha Que nem lhe dá atenção TEM flôr de estudante Copos de leite, maria senvergonha Muitas flores em botão E derepente, olho o céu E vejo a lua indo embora O dia raiando lá fora E eu na minha janela Debruçada, descansada..... sem sono Na tela da minha janela TEM sonhos TEM vozes dentro de mim. TEM essa vontade infinita de descrever Os sons da passarinhada, os namoros das flores no jadim O canto do sabiá E o amor explodindo em mim.

Nenhum comentário:

Postar um comentário